SobreTudo

Vamos mudar o Chicabon?

 

 A única certeza permanente é a mudança. Quantas e quantas vezes alguém já não deparou com esta frase na leitura ou no andamento de uma palestra. Quero dizer claramente que sou contra. Ou melhor, sou a favor de uma adaptação. Deve-se acrescentar antes da frase o seguinte: quando
a coisa não dá certo, a única certeza é mudança.
O picolé mais vendido no Brasil completou 65 anos. É o Chicabon. Alguém aí NUNCA comeu um Chicabon? Pode recuperar o tempo perdido sem medo. Nunca alguém mexeu na composição do Chicabon.
Aqui cabe um reparo, não acho que a gente chupe sorvete. Chupar é para outra situação. Prefiro mesmo é dizer que sorvete se come. É alimento. No máximo, a gente come lambendo. Pois agora, isso também não interessa. A discussão aqui é outra.
Imaginem um executivo recém contratado da Gessy Lever, cheio de gás e de gel, proclamando numa reunião a sua idéia genial: Vamos mudar o Chicabon. É ruim? Atrevo-me a dizer que talvez isso até possa ter ocorrido em termos de tentativa nos últimos 60 anos. Só que o bom senso deve ter falado mais alto. Os arautos da mudança ficaram falando sozinho.
Tem um outro caso interessante. O Gigetto, um restaurante tradicional da gastronomia paulistana, foi fundado em 1938. Há dois anos os donos decidiram mudar o cardápio, tiraram pratos consagrados, mexeram em tudo. Devem ter ido numa palestra onde lhes foi provado que era necessário mudar, modernizar, essas coisas que os profetas dizem. Foi o diabo. A clientela protestou tanto que os pratos antigos e consagrados retornaram ao menu.
Aqui em Florianópolis a especulação imobiliária derrubou a Riosulense, mais de 50 anos um dos endereços mais comentados de comida boa. Pois bem, não deu um ano e a equipe da casa já retomou em novo endereço. A mesma maionese com salsichinha de lata e a mesma ovelha temperada e assada na brasa pelo seu Martinho.
Bom, mas v. só está usando exemplos de gastronomia, de comida.
Sim, mais ou menos, eles valem, mas por uma outra simbologia, pelo conceito de que são produtos e/ou serviços que sempre deram certo da forma como estão e NÃO precisam ser mudados. O futebol nos ensina que em time que está ganhando não precisa mexer.  Vão ver a quantos anos a Volkswagen fabrica a Kombi! Quer exemplo mais acabado de produto defasado tecnologicamente? Pesquise para saber se a Volks pensa em acabar com a Kombi. Não perca seu tempo. A Kombi continua.
Vida longa ao Chicabon.

 

 

0 NOME NÃO INTERESSA
MAIS UMA MASCARA
Para pior
Saindo uma receita...
A culpa é do marketing
       
 
   
desenvolvido por VirtuaComm Soluções Internet