Caio Cezar

Eu morro e não vejo tudo


 Ao Ilustríssimo Senhor Marco Cezar Elefante – editor-chefe da revista Mural

Caríssimo Papito,
Semana passada comecei a reorganizar meus arquivos recentes e transportar tudo para aquele HD externo de 500 giga que você me deu presente, lembra? Veio em boa hora esse agadezinho, porque meu computador aqui de casa já estava no limite. Todas as fotos de 2006 pra cá foram seguramente armazenadas. Sim, meu velho, já fiz mais dois back-ups em DVD, fica tranquilo.
Mas do que é que ia falar mesmo?
Ah, sim, durante a empreitada de reclassificar as pastas encontrei algumas fotos de dois lugares de que gosto muito aqui no sul do Brasil. Urubici, na serra catarinense, e Aparados da Serra, na divisa entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. Achei que ficaria bacana no Fala Caio desse mês, que tu acha?
Os dois lugares são bonitos pra chuchu, como se dizia na sua época – he he he. Têm cachoeiras, cânions, esportes radicais que nunca praticarei e aquela boa comida da serra, que sempre comerei. Gosto tanto que estou pensando em levar o Luca, teu neto, pra passar férias em Urubici. Acho que ele vai se amarrar.
Dá uma olhada. Vou ver um filminho agora e não devo dormir antes das duas manhã, então se você achar que o material está uma naba me liga que ainda dá tempo de mudar.

Saudades,
Caio - teu primogênito.






       
Eu morro e não vejo tudo
Primeira Impressão | Caio Cezar mostra o que fez no primeiro semestre de faculdade
Meia dúzia de retratos | Caio Cezar dá um rolê no Donna Fashion
Peneira fina | retrospectiva com as melhores do Fala Caio
Embalado...
Diga com quem andas...
       
 
   
desenvolvido por VirtuaComm Soluções Internet