Fala Eficiente

Vibrações especiais

 O palco do Lagoa Iate Clube (LIC) recebeu na noite de 8 de dezembro os jamaicanos do Israel Vibration, um dos mais conceituados grupos vocais de reggae roots.
Liderada por Cecil "Skeleton" Spence e Lascelle "Wiss" Bulgin, a banda surgiu no final dos anos 60, quando os vocalistas se conheceram em um centro de reabilitação para deficientes físicos em Kingston, já que são vítimas da poliomielite (paralisia infantil).
Poucos minutos antes de subirem ao palco para apresentar as músicas do álbum Fighting Soldiers e antigos sucessos da carreira, os dois fundadores da Israel Vibration receberam a Revista Mural para uma conversa sobre música, portadores de necessidades especiais e força de vontade.

1| Como a música ajudou vocês e pode auxiliar pessoas com algum tipo de deficiência?
Wiss|
“A música é uma coisa que você ouve e pode curar um problema”.
Skeleton -  “A música é uma medicina alternativa”.

2|  Vocês percebem alguma característica particular no reggae brasileiro?
Skeleton|
  “O Brasil tem um tipo de reggae semelhante aos outros, pois também é um país com raízes africanas”.

3|  O que vocês estão achando da turnê pelo País?
Wiss|
  “A gente ama o Brasil. A vibração é muito especial”.

4| Qual recado vocês mandam para as pessoas portadoras de necessidades especiais?
Wiss|
  “As pessoas são capazes de tudo, seja música, esporte, diversão. Apesar de existirem dificuldades, as pessoas não podem desistir”.
Skeleton - “Façam tudo o que quiserem fazer, pois Jah é quem decide”.

 

 

 

       
Vibrações especiais
Homem de ferro e fibra de carbono
Doze vezes eficiente!
A turma da casa laranja
Cooperação é a palavra certa
Uma jogada de superação
       
 
   
desenvolvido por VirtuaComm Soluções Internet